segunda-feira, 7 de junho de 2010

Conferência Pentecostal reuniu cerca de 30 mil pessoas

Pr. José Wellington Bezerra da Costa
Presidente da CGADB


No culto de encerramento,
pastor Satírio falou sobre a busca pelo avivamento genuíno
*
*

O último dia da 3ª Conferência Pentecostal em Natal ficou marcado na vida de todos aqueles que tiveram a oportunidade de participar do evento.

Durante a manhã, no templo-central da AD potiguar, obreiros de diversas regiões participaram dos últimos estudos. Foram momentos de compartilhar o que Deus tem feito entre o seu povo não somente no Brasil, mas em todo o mundo.

Logo na primeira parte, o doutor Ron McManus, dos Estados Unidos, ministrou sobre O Marco Efetivo para o Líder do Século 21. À tarde, foi a vez do pastor Antonio Gilberto, consultor doutrinário da CPAD, falar sobre Lições Permanentes do Primeiro Pentecostes.

Do outro lado da cidade, no Congresso Nacional Feminino, as cerca de 800 mulheres participaram de estudos bíblicos com a psicóloga Sonia Pires (SP) e a missionária Samira Santos (RN). Além dos estudos, testemunhos e muito louvor e adoração. Irmã Wanda Freire, presidente da Unemad falou ainda sobre a importância das experiências vividas com Deus.

À noite, no Espaço Cultural de Natal, mais de 10 mil pessoas participaram do culto de encerramento. De acordo com os organizadores, durante os três dias, cerca de 30 mil pessoas passaram pelo local para ouvir a Palavra de Deus.

O culto de encerramento teve a participação do Coral e Orquestra da AD em Natal e dos cantores da Patmos Music, Victorino Silva, Marcelo Santos, Lília Paz e Sumara Santos. As lideranças eclesiásticas e as autoridades convidadas foram homenageadas.

Ao final, o pastor José Satírio dos Santos, da Colômbia, ministrou a Palavra de Deus. Após a leitura em Atos 1.4-8, pastor Satírio falou sobre a expectativa que faz com que as pessoas percam a visão do que Deus fará no futuro. Segundo ele, “expectativa é aquilo que embarga a vida de uma pessoa quando se está caminhando para alcançar uma resposta”. “Nesta passagem, vemos Jesus lutando contra a expectativa dos discípulos. E não devemos esquecer que Ele já tomou o controle de todas as coisas”.

O pastor encerrou conclamando a todos a buscar um avivamento genuíno que “produz milagres, abre portas para o futuro e provoca mudança de vida”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário